quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Instinto materno

E há dois dias atrás acabei de descobrir que o instinto materno é o melhor dos oráculos.
Percebi a diferença entre medo e premonição e, comecei a acreditar que realmente há anjos e demónios.
Durante semanas ouvi-os na minha cabeça a discutirem entre si sem lhes dar muita importância, que não fosse aquela associada ao medo.
Normalmente o diabinho ganhava as discussões, mas eu não queria ouvi-lo. Talvez por isso ele quis mostrar um ar da sua graça e, quase conseguiu...
Felizmente o anjinho desta vez foi mais forte...

Moral da história:

Daqui para a frente dificilmente voltarei a duvidar dos meus instintos...


...

3 comentários:

  1. É isso amiga, o instinto muitas das vezes nos avisa, mas não ligamos, eu sou alguém que tenho medo dos meus presentimentos, pois é!
    Que tudo passe rapidinho e o teu principe a chatear-te a mona, a contrarear-te, a saltar, sei lá, princesa que te dizer.

    beijinho grande para ambos e duas flores

    ResponderEliminar
  2. Obrigada amiga. Pelas flores e pelas palavras. Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Eu acredito que há anjos, claro!
    Mas, há quem lhes chame outra coisa: energias positivas, guias, instinto...
    confia no teu instinto e na ligação forte que tens com os teus daí resultam as energias positivas que influenciam o caminho futuro!

    ResponderEliminar